Apresentação

Fórum Permanente de Educação Inclusiva do Estado do Espírito Santo

O Fórum Permanente de Educação Inclusiva do Estado do Espírito Santo se caracteriza pela pluralidade e pela diversidade, tendo um caráter não confessional, não governamental e não partidário. Ele se propõe a facilitar a articulação, de forma descentralizada e em rede, de Instituições de ensino, entidades governamentais e não governamentais e movimentos da sociedade civil engajados em ações concretas pela construção de uma educação inclusiva no referido Estado.

Nesse sentido, podem participar do Fórum Permanente de Educação Inclusiva do ES os representantes: da Universidade Federal do Espírito Santo; da Secretaria Estadual de Educação do Espírito Santo; das Superintendências Regionais Estaduais de Educação do Espírito Santo; das Secretarias Municipais de Educação do Estado do Espírito Santo; e das Instituições Privadas e Filantrópicas que atendem o público-alvo da Educação Especial no Estado do Espírito Santo, de ONG, das entidades, dos movimentos sociais e demais pessoas físicas que podem colaborar com as diferentes ações realizadas por esse Fórum.

O Fórum Permanente de Educação Inclusiva é um espaço onde os profissionais da educação, de áreas afins e demais pessoas interessadas podem discutir sobre diferentes assuntos voltados à Inclusão na educação do público-alvo da Educação Especial. Esse Fórum é um espaço democrático de ideias, de aprofundamento da reflexão, da formulação de propostas, de trocas de experiências e de articulação de movimentos sociais, órgãos governamentais, instituições, entidades, ONG e outras organizações da sociedade civil que atuam na perspectiva da inclusão social, sobretudo, na educação.

Após um primeiro encontro realizado em 1997, se configurou como processo estadual permanente de busca e construção de alternativas às práticas pedagógicas e às políticas públicas excludentes, considerando a perspectiva da inclusão de pessoas com deficiência, transtornos globais do desenvolvimento e altas habilidades/superdotação nos âmbitos escolar e não-escolar. Nesse sentido, não há um período determinado para execução deste projeto.

O Fórum foi criado em 1997 com objetivo de contribuir com a produção, a divulgação e o debate de conhecimentos e ações referentes às políticas e às práticas que podem favorecer o direito à educação do público-alvo da Educação Especial na Perspectiva da Educação Inclusiva, com foco no acesso, na permanência e na justiça social. Para tanto, realizou a primeira edição do Seminário Capixaba de Educação Inclusiva, reunindo um número significativo de profissionais da educação, de áreas afins e demais interessados, na Universidade Federal do Espírito Santo – Campus Goiabeiras (UFES). Desde então, os representantes do Fórum se reúnem, sobretudo, para organizar o referido Seminário.

O Fórum continuará existindo até que venha se desfazer, transformando-se ou não em outra proposta/alternativa, por decisão dos seus representantes.  
O Fórum tem sua secretaria e coordenação na sala 02 do Núcleo de Ensino, Pesquisa e Extensão em Educação Especial do Centro de Educação da Universidade Federal do Espírito Santo (NEESP/CE/UFES).